MULHERES EM TI

O difícil caminho da mulher na área tecnológica

Mulheres na TI

Quando se fala em mulher trilhando uma carreira na área de tecnologia já vem algum tipo de preconceito, tanto por conhecidos, familiares e contratantes.

Quando entrei nessa área em 2004 ouvi de um professor que TI não era coisa para mulheres, que no primeiro dia de programação íamos desistir… (isso quase aconteceu, programação foi coisa de louco rs), bom mais aqui estou eu para mostrar que apesar da minoria, TI sim é coisa para mulher e está sendo conquistado a cada dia.

A área de tecnologia é muito ampla e tem lugar para todo mundo, basta querer, ser persistente, não querer aprender tudo de uma vez, focar em um nicho e se dedicar em buscar conhecimento, sendo responsável pelo próprio destino.

Uma frase que gosto muito é: Lugar de mulher é onde ela quiser, inclusive na tecnologia.

Para quem não sabe, a primeira programadora do mundo foi uma mulher, a Condessa de Lovelace – também conhecida como Ada Lovelace foi reconhecida como a primeira programadora da história por ter escrito o primeiro algoritmo a ser processado por uma máquina, a máquina analítica de Charles Babbage no século XIX.

Na minha opinião umas das maiores dificuldades para as mulheres no mercado de TI é a necessidade imediata de provar sua competência, de mostrar que somos capazes e vamos dar conta do recado, diferente do homem, que já chega com essa credencial, contudo, não podemos desistir e perder a vontade de conquistar nosso espaço.

TI não é uma coisa que você estuda e pronto acabou. Você precisa estudar e se atualizar constantemente, pois é uma área que esta sempre em mudanças.

As dificuldades estão em toda parte, em todas as áreas, por isso é preciso se capacitar, estudar bastante, obter conhecimentos e conquistar a confiança. O reconhecimento vem com o trabalho.

Seja curiosa e nunca deixe de buscar seu próprio caminho.

Sou Pós-graduada em Sistema de Informação, tenho cursos em desenvolvimento web, marketing digital e gerencia de projetos, levanto a bandeira por “mais mulheres na tecnologia, já sofri, já chorei, já desisti várias vezes, mais é assim em todas as áreas de nossa vida, se levantando e correndo atrás do nosso objetivo.

Eu sei que não é fácil, mais continue sonhando e especialmente realizando, vVocê pode inspirar muitas outras mulheres.

Carla Guimarães Magro